Viana inicia vacinação contra a Covid-19: técnica de enfermagem é a primeira a ser imunizada

Com um plano de vacinação já definido, a Prefeitura de Viana iniciou a imunização contra a Covid-19, nesta quarta-feira (19). A solenidade para a aplicação da primeira dose foi realizada em dois momentos, no Hospital Municipal Dom Hélio Campos e no Hospital Regional Dr. Antônio Hadad.

Durante a solenidade, o prefeito Carrinho Cidreira (PL) destacou a importância do trabalho dos profissionais da saúde e como será o processo de vacinação com doses enviadas para a cidade pelo Governo Estadual.

“Vamos priorizar os profissionais de saúde que estão na linha de frente, estamos aguardando que mais doses cheguem o quanto antes para continuarmos nossa vacinação”, ressaltou Carrinho Cidreira.

Primeira Vacina

A técnica de enfermagem Maria do Nascimento Braga, de 71 anos, foi a profissional escolhida para receber a primeira dose da vacina na cidade. Técnica de enfermagem há 40 anos, e trabalhando desde o início da pandemia na linha de frente dos atendimentos na unidade do Hospital Municipal Dom Hélio Campos. A escolha da enfermeira pela Prefeitura de Viana foi motivada pela carreira profissional e exemplo que Maria Braga é para todos da categoria.

Para Maria do Nascimento Braga, ser a primeira pessoa vacinada é o início de um momento esperado por todo mundo. “Estar aqui, representando os profissionais da saúde me deixa muito feliz, emocionada, me sinto importante. Aproveito este momento também para agradecer a oportunidade e dizer a todos para aguardarem porque é só o começo da vacinação, que tanto esperamos”, disse a técnica de enfermagem.

Após a vacinação da Maria, o prefeito Carrinho Cidreira, foi para o Hospital Regional Dr. Antônio Hadad, para ser aplicada a primeira dose na regional de saúde. A escolhida foi a enfermeira Neuza Braga de 56 anos.

Segundo a Secretária de Saúde, Janaíra Sá, até que o Governo Estadual envie novas remessas do imunizante, neste primeiro momento a Secretaria Municipal de Saúde seguirá com o que foi proposto pelo Plano de Vacinação Contra a Covid-19.

“Como falamos no Plano de Vacinação, dependíamos da quantidade de doses enviadas para determinar as primeiras pessoas. Com o envio de 289 doses, vamos priorizar quem está na linha de frente no dia a dia, como médicos de UTI e pronto atendimento. Posteriormente, com a chegada de mais doses, daremos sequência aos demais grupos”, detalhou Janaíra Sá.

Deixe uma resposta